Skip to Content

Teoria da Gangorra

Você já parou para pensar porque existem radicais no mundo? Por que, em muitos assuntos, é possível encontrar um grupo pequeno (às vezes até um tanto maior) que defende ferrenhamente algum ideal? Uma defesa que faz sentido sempre que olhamos de perto; mas uma defesa que às vezes adota posturas que chegam a parecer preconceituosas ou arrogantes, ou simplesmente radicais...

O mundo é formado de equilíbrio. De modo que as coisas naturalmente tendem a margear um ponto central, como uma gangorra. Um meio-termo. Imagine que cada questão polêmica pode ser representada como uma gangorra. E o posicionamento de cada uma das pessoas afetadas por essa questão é representado por uma pessoa sentada em um ponto da gangorra. Nesta nossa gangorra, entretanto, cada um pode escolher ficar mais próximo ou mais afastado do centro o quanto quiser. E até mesmo no centro.

O que acontece se um grupo de metidos a espertos começar a se afastar do centro e, através de artimanhas de controle, começar a atrair um grande grupo de pessoas para o seu lado? A maioria das pessoas que estavam beirando o centro. Simples: a gangorra começa a virar para um lado. Se tudo continuar assim não tem jeito: a gangorra cai.

Mas essa gangorra ideológica não cai freqüentemente por leis naturais. Ao invés disso, algumas pessoas percebem que a gangorra está para cair e correm para o extremo oposto, na tentativa de balancear a gangorra. Quanto mais afastados do centro rumo ao extremo oposto, maior será a força da alavanca, melhorando as chances de manter o equilíbrio. Estes são os chamados radicais; e o ponto central da gangorra é aquele ponto ideal para o bem social. O extremo dos metidos a espertos é o lado que favorece unicamente algumas pessoas. O extremo dos radicais é aquele que potencializa o aspecto social chegando a ser, por vezes, um ideal impraticável.

Presente 3

Essa é a minha visão dos radicais. Eles são absolutamente fundamentais para que se mantenha o equilíbrio enquanto a maioria das pessoas não consegue enxergar os interesses de quem as guia e se afasta do centro da gangorra para o lado errado. E pelas leis naturais, quando as pessoas forem mais razoáveis e conscientes nessa gangorra ideológica, a tendência é todo mundo voltar a se aproximar do centro.

Claro, pois ficar afastado do centro e da maioria de pessoas tem seu custo e interesseiros não estarão dispostos a pagá-lo. Não é confortável ficar afastado do centro e da massa, nem mesmo para os radicais: eles só o fazem por verem com clareza a importância social do seu posicionamento.

Quando se deparar com um tema polêmico e notar a presença de radicais, ouça o que eles têm a dizer e veja se você está sendo razoável na forma como vê as coisas. Talvez seja hora de você voltar para o centro e ir em direção aos radicais pelo menos alguns passos, por uns tempos, para ajudar a restabelecer o equilíbrio...

 

Escalando

AnexoTamanho
escalando.svg1.27 MB

Comentários

A gangorra

Leia a Gangorra de Ciceo Edno
no site www.ciceroedno.com

teoria da gangorra...

Concordo com a idéia de equilibrio e tudo mais... sõ que a tal teoria nao se aplica há axiomas e alguns postulados, ja que esses seriam o q? -a gangorra na vertica???
Bom, eu creio que essa idéia é algo bem filosofico, natureza humama, comportamento humano. A idéia de alguem discordar de algo, as vezes sem fundamento nenhum , é apenas pq o tal individuo gostaria de se firmar diante o resto da sociedade(em alguns casos). Em outros, pq ele descobriu uma idéia que qndo ímpar, é verdade, mas qndo se considera o todo, ela é desprezivel. Como a idéia de um avião voar, ele é mais pesado q o ar, mas voa... entao pq voa? pq a asa cria um forca contraria ao peso, maior q o seu peso... ( alguns achavam q algo mais pesado q o ar nunca conseguiria voar... isso a um pouco mais de 1 seculo atras.)
Pode haver mais algumas explicacoes para isso, é necessario pensar melhor.
Mas a idéia de gangorra nao se aplica em mtos casos... por isso, nao considero uma ideia brilhante, mas que tem o seu valor!

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
  • Link to content with [[some text]], where "some text" is the title of existing content or the title of a new piece of content to create. You can also link text to a different title by using [[link to this title|show this text]]. Link to outside URLs with [[http://www.example.com|some text]], or even [[http://www.example.com]].
  • Allowed HTML tags: <br> <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.